Travessia 7 Lagos

 

           Patagonia Bike Trips aluga todos os equipamentos que você precisa para realizar a Travessia dos 7 Lagos (ou qualquer outro roteiro). O percurso tem 200 km em total, saindo da cidade de Bariloche, passando por Villa Langostura e terminando em San Martin de los Andes. 

 

            O ideal é pedalar uma média de 40 km por dia, dessa forma você completará o percurso em 5 ou 6 dias. Esse ritmo de viagem te permite aproveitar as paisagens e campings, além de ter tempo suficiente para descansar o corpo para evitar lesões ou inconvenientes físicos.  

             O trajeto apresenta uma grande variedade de lugares para dormir. Geralmente se dorme em campings habilitados, mas hostels e albergues também são uma opção. Não esqueça que é proibido acampar ou fazer fogo fora das zonas habilitadas. É fundamental levar o equipamento de camping e os alimentos que serão consumidos na viagem, pois existem poucos pontos de abastecimento no caminho. A bicicleta deve estar equipada com trailer de carga ou alforges e não esqueça de levar saco de dormir e barraca. Mas não se preocupe se não tiver, além da bicicleta, também alugamos esses equipamentos. 

             Você escolhe a data de inicio e a duração da viagem. Sugerimos fazer entre os meses de outubro e abril, e sempre olhar a previsão do tempo. Além dos 7 Lagos temos outras opções de roteiros nessa área, consulte-nos. A devolução remota dos equipamentos  (drop-off) é SEM CUSTO.     

 

As travessias guiadas em grupo são realizadas nos meses de janeiro a março. Consulte disponibilidade. 

 

Devolução remota dos equipamentos SEM CUSTO

Não tem tempo para fazer uma travessia de vários dias? 

Confira nossas excursões de um dia

Sendero Paco

Colonia Suiza

Circuito Chico

Cerro Catedral

Arroyo Chacay

Ver excursões

Opção da travessia 7 Lagos com ferry

          Para aqueles que querem algo diferente, outra opção para fazer a Travessia 7 Lagos, é combinando bicicleta com a tradicional excursão em ferry pela Isla Victoria e o Bosque de Arrayanes. 

           O roteiro começa no centro de Bariloche, com uma pedalada de 24 kms até Puerto Pañuelo (em frente ao Hotel Llao LLao), ali embarcamos as bicicletas no ferry para um passeio de aproximadamente 90 minutos até o Bosque de Arrayanes, aonde retomamos a pedalada por uma trilha de baixa dificuldade técnica até Villa Langostura. Esse trajeto pode ser feito todo em um dia. O restante do roteiro consta em mais 120 kms, que é a distancia entre Villa Lanostura e San Martin de los Andes.  

           A Turisur ou o catamarã CAU CAU são uma das opções para ir ate o Bosque de Arrayanes. Esse serviço de translado tem custo aproximado de U$S 37 por pessoa e deve ser pago diretamente à empresa que será contratada. 

TURISUR 

Escritório: Mitre 219 / Mitre 150 
(54) 0294 - 4426109 / 110 / 112

Em Puerto Pañuelo: na frente do Hotel Llao Llao 

Tel.: +54 (0294) 444 8207

ventas@turisur.com.ar

 

CAU CAU
Mitre 139 – Bariloche

Tel.: +54 (0294) 443 1372/3

info@islavictoriayarrayanes.com

 

IMPORTANTE:

                 Se optar pela opção de roteiro com ferry recomendamos retirar os equipamentos no dia anterior a viagem.

                 Lembre-se que são 24 kms pedalando até Puerto Pañuelo e que o ultimo basco sai as  13.00hs.

                 Equipar-se demora pelo menos 1 hora e 30 minutos. Não assumimos a responsabilidade em caso de atrasos para o barco.                     Programe-se para evitar inconvenientes. 

Devolução remota dos equipamentos SEM CUSTO

Circuito turístico Cerro Tronador 

              Percorrer o circuito Cerro Tronador e Cascada Los Alerces é uma ótima opção para quem prefere pedalar em caminhos de rípio. Para começar são 40 km de pedalada até o Camping los Rápidos,  uma boa opção para usar como base, pois o camping oferece alimentação, buffet, água quente, espaço para barracas e dormitórios.

              Uma vez instalados, é possível pedalar até o Glaciar Ventisquero Negro ou percorrer o caminho até a Cascada los Alerces. Essa travessia pode ser combinada com caminhadas e trekking pelas ladeiras do imponente Cerro Tronador. Sugerimos 3 ou 4 dias para esse roteiro.

              Na região de Pampa Linda, na base do Cerro Tronador, você encontrara três belos campings, albergues e mercadinhos. Sãp muitas opções. E a bicicleta te dá a liberdade de percorrer estes caminhos e conhecer cada pedacinho desse maravilhoso circuito turístico. 

 

Circuito Bariloche - Esquel por Carretera Austral 

 

          Se você quer fazer a viagem da sua vida e tem duas semanas para tal, com certeza esse circuito vai além das expectativas. O roteiro inclui mais de 500 km de pedalada, 5 travessias em ferry além de cruzar a cordilheira duas vezes. 

          Prepare-se para pedalar um pedaço da famosa Carretera Austral chilena e descansar em lugares aonde o tempo parece ter parado. 

          Ao longo da rota existe uma grande variedade de campings e hospedagens, lugares mágicos e paisagens únicos. Nossas bicicletas são preparadas para que você consiga viver essa aventura. Temos traillers, alforges e os melhores equipamentos para esse tipo de travessia. E o melhor, no final do percurso nos buscamos os equipamentos sem nenhum custo adicional. 

Doble Cruce Andino

           Essa travessia, de aproximadamente 290 kms e 7 a 8 dias de duração, combina a tradicional rota dos lagos do Cruce Andino com os 5 maiores lagos da região: Nahuel Huapi, Todos los Santos, Llanquihue, Rupanco e Puyehue. Os trechos em barco podem ser contratados na pagina web www.turisur.com.ar . A tarifa é de U$S 120. Além dos lagos é possível contemplar os grandes vulcões: Tronador,  Osorno, Calbuco, Puntiagudo e Puyehue, que recentemente entrou em erupção. 

           Outra atração desse percurso são as famosas Termas de Puyehue, localizadas no parque nacional com o mesmo nome. É uma travessia de dificuldade média, repleta de magníficos atrativos naturais, que irão te fascinar todos os momentos.

Devolução remota dos equipamentos SEM CUSTO

            Travessia só de ida para o Chile– (retorno em micro-ônibus)

           Nada é impossível quando se trata de viajar em bicicleta. Muitos ciclo turistas sonham em cruzar a cordilheira e chegar até o Pacifico pedalando, uma viagem épica só de ida até o Chile. A passagem pela  fronteira pode ser feita por diferentes lugares, muitos deles de rípio e pouco transitados.

          É possível atravessar a fronteira pelo Paso Hua-Hum, Paso Carirriñe, Paso Tromen, Paso Samore e pelo  Paso do Cruce Andino en Puerto Blest. Uma vez em solo chileno, você poderá descer desde 1500 metros até o nível do mar em relativamente poucos quilômetros, o que torna a viagem ainda mais divertida.

 

           A volta será em micro-ônibus e usando nosso trailer para trazer as bicicletas e equipamentos.  Nesse caso é possível escolher diferentes destinos como Ensenada, Puerto Varas ou Puerto Mont, Pucón ou algum outro pequeno povoado as margens do Oceano Pacifico. O êxito da travessia pode ser celebrado com uma típica mariscada fresca. 

*Travessia recomendada para grupos numerosos

*Só se paga o aluguel de equipamentos e micro-ônibus. O trailer para trazer as bicicletas é sem custo adicional. 

 

Bariloche até "el Bolsón" pela Huella Andina - BIKEPACKING 

 

Huella Andina é a primeira trilha de longa distasia desenvolvida na República Argentina. O roteiro é pelo setor sudoeste da região patagônica argentina.

É um roteiro ideal para "bikepacking", devido as suas características e nível de dificuldade. São aproximadamente 150 kms desde Bariloche até "el Bolsón" entre trilhas, rípio, caminhos de terra e asfalto. A combinação perfeita e unica entre adrenalina e aventura.

 

É um percurso exigente que requer ótimo domínio da bicicleta, habilidades de camping e grande senso de orientação. É fundamental usar mapas e GPS para seguir "la huella" e chegar ao destino. 

A modalidade  "Bikepacking" chegou recentemente ao país. É um exito mundial e, se tiver vontade, você também pode experimentar.

O que é exatamente o Bikepacking ?

              O bikepacking é uma forma mais aventureira de viajar de bicicleta. Uma bike, pouca bagagem e muitos quilômetros de trilhas, caminhos e estradas. Como aparece na foto, a bagagem se limita a frente da bicicleta (barraca e saco de dormir), ao quadro (ferramentas e alimentos) e bolso atrás do banco (roupas).

              No bikepacking , diferente do cicloturismo com alforges, temos maior liberdade no momento de escolher os caminhos. Com carga menor, e ausência de alforges ou carga lateral, podemos pedalar por caminhos estreitos de rípio, trilhas e lugares de maior dificuldade técnica. Mas deve-se ser minimalista na hora de decidir o que levar. 

Recomendamos essa modalidade para pessoas com experiencia prévia em bicicletas de MTB, terrenos de dificuldade moderada e camping. 

o

best-instagram-logo-download-here-15.png
  • Facebook Social Icon

© 2017  All rights reserved | Patagonia Bike Trips | Moreno 712 - San Carlos de Bariloche - Argentina | +54 9 2944 532470 |  Proudly created with Wix.com